Plano Inclinado da Liberdade




Os planos inclinados fazem parte da história da cidade e foram pensados para driblar a difícil tarefa que era subir e descer as enormes ladeiras que separam Cidade Alta e Baixa ou mesmo diminuir o tempo que se levava para dá voltas até chegar a parte baixa de Salvador. A cidade possui três planos inclinados, um deles é o da Liberdade (liga o bairro da Liberdade a Calçada), que funciona com dois bondes amarelos e grandes, que permitem ao passageiro apreciar a vista da Cidade Baixa. Nem sempre se acha um local para sentar, mesmo assim, isto não é problema, pois a duração do trajeto é de 1,67minutos/segundos, o que faz compensar o percurso, já que, de ônibus, leva-se muito mais tempo para chegar a Cidade Baixa.

O Plano Inclinado da Liberdade foi inaugurado em 1981. Idealizado e inaugurado na gestão do prefeito Mário Kertsz, entrou na história urbana como um moderno equipamento que torna mais fácil o deslocamento de pessoas entre o populoso bairro da Liberdade e a região da Calçada. Dos três planos inclinados, ele é o que tem maior demanda de passageiros, transportando 235 mil pessoas por mês.

O funcionamento se dá de segunda a sexta-feira, das 7h à meia noite. Aos sábados, das 7h às 19h, e, aos domingos, das 7h às 18h. “O funcionamento nos finais de semana foi nesta administração, por determinação do prefeito João Henrique. O funcionamento era só até às 19h do sábado. O Prefeito João Henrique, na atual gestão tem se mostrado atento aos problemas do bairro e vem buscando melhorias.

O Plano liga a Praça Nelson Mandela (Liberdade) à Rua Barão de Vila da Barra (Calçada) com tarifa de R$0,15. Dois bondinhos, cada um com capacidade para 36 pessoas, atendem a demanda média mensal, que é de 200 mil passageiros. Mais em.
http://tvliberdade.blogspot.com/2010/05/os-planos-inclinados-fazem-parte-da.html
Fotos Jozinaldo

Comentários

Luca disse…
ao invés de plano inclinado deveriam implantar teleféricos.