Santaluz Bahia


Santaluz é um município brasileiro do estado da Bahia (À 258Km da capital). Sua população estimada em 2010 é de 33.816 habitantes, possui belezas naturais pouco exploradas. É reconhecida na região pela produção do Sisal que foi mais intensivamente explorado até os anos 90, e hoje é o maior produtor de pedra da Bahia, bem como jazidas de ouro recém-descobertas, ainda possui uma das maiores reservas de cromo da região Nordeste, muito embora seja pouco explorado.

A sede municipal de Santaluz se originou, no século passado, de uma estação ferroviária da Leste Brasileiro, obra implantada em local onde havia uma aglomeração de casas, dentro da Fazenda Santa Luzia, no município de Queimadas. Com a inauguração e utilização freqüente da estação, formou-se um arraial, sendo edificadas casas residenciais e comerciais. Município criado com a denominação de Santa Luzia e território desmembrado de município de Queimadas por Decreto Estadual de 18 de Julho de 1935. Em 1943 o topônimo foi alterado para Santa Luz, nome cuja escrita é separada e muitos escrevem junto erroneamente. A sede, criada distrito com a denominação de Santa Luzia em 1918, foi elevada a categoria de cidade por Decreto Estadual de 30 de Março de 1938.

Destaca-se também no campo das artes na Literatura de Cordel, Nelci Lima da Cruz, na Literatura Moderna, Guido Guerra, entre outros não citados pelo fato de não haver resgate das culturas marginais. Ainda na produção de artesanatos em barro, sisal, na tradição das manifestações de reizado, piegas, bem como gêneros mais modernos como rock n' roll, possuíndo um movimento bastante veemente, como o Movimento Rock Santa Luz, criado há dez anos, comemorado recentemente, mostrando também tradição nesse tipo de cultura alternativa e assim herdado da geração noventista local esse legado, hoje encontra-se expandindo cada vez mais, muito embora as "autoridades culturais" da região não desempenhem seu papel como deveria, deixando essa cultura riquíssima à margem.

Comentários